quinta 27 Jul. 2017

Inauguração da Exposição de Filipe Amaral

A exposição do artista plástico e treinador Filipe Amaral, intitulada «Tempo de Memórias» - Homenagem aos Campeões da Europa de Ténis de Mesa foi inaugurada, esta quinta-feira, dia 11, no Museu Nacional do Desporto.
A cerimónia contou com a presença do presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude, Augusto Baganha, do presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, Pedro Moura, e de varias individualidades ligadas à modalidade. 
A exposição, patente até ao dia 11 de novembro, é fruto da vivência e experiência  de Filipe Amaral como atleta de ténis de mesa e, principalmente, como treinador de vários mesatenistas que passados muitos anos atingiram níveis de topo, como João Monteiro e Tiago Apolónia. É uma homenagem aos atletas que lutaram durante muitos anos para conseguir atingir um objetivo que se concretizou no dia 28 de setembro de 2014, quando a Seleção Nacional de Ténis de Mesa se sagrou, pela primeira vez, Campeã da Europa, em Seniores Masculinos.
«Tempo de Memórias» fala de um sonho, com cerca de 20 anos, tornado realidade por jovens, treinadores e dirigentes que trabalharam de uma forma árdua em empenhada para mudarem o panorama mesatenista português.
Filipe Amaral apresenta esculturas em materiais muito diversificados, tapeçarias e pinturas a óleo sobre tela, e past-stories (uma invenção do artistas), com motivos, signos, símbolos e histórias alusivos à modalidade de ténis de mesa, características do seu estilo multifacetado.

 

Patrocinadores